Habilite a exibição das imagens.

Habilite a exibição de imagens. Clique para abrir.
Foto: Edson Castro
Habilite a exibição de imagens. Clique para abrir.
Foto: Edson Castro
Habilite a exibição de imagens. Clique para abrir.
Foto: Edson Castro

Luccas Arnone e Felipe Costa fazem balanço positivo do Rally de Estação

Dupla demonstrou competitividade em rally que não poupou os competidores na abertura do Campeonato Brasileiro

O Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade 2017 começou em grande estilo neste final de semana (21, 22 e 23 de abril) na “Finlândia brasileira”, o Rally de Estação. Suas especiais (trechos cronometrados) são as mais rápidas do calendário e qualquer distração significa ficar de fora do rally.

Ao final dos 282,96 Km percorridos (especiais e deslocamentos) no final de semana, mais da metade do grid de 33 duplas estavam fora por acidentes ou quebras.

O reencontro da dupla Capacete de Ouro 2012, Luccas Arnone/Felipe Costa, só foi possível com o patrocínio do piloto Luiz Facco, que já estava inscrito, mas recebeu o convite para disputar o Desert Challenge no Marrocos neste mesmo final de semana.

Na primeira etapa do rally, disputada no sábado, Luccas/Felipe começaram mostrando que o entrosamento e o talento ainda estão intactos. Venceram a primeira especial do dia e estiveram entre os ponteiros até a roda traseira direita resolver “abandonar” o Peugeot 207 na quarta especial do dia. Consequentemente, a dupla também foi forçada a abandonar a etapa.

No domingo, com especiais ainda mais rápidas e desafiadoras, a dupla também fez parte do festival de abandonos depois do motor do carro apresentar problemas. Mesmo com com os abandonos nos dois dias, foi um final de semana para comemorar.

“Depois de quase dois anos sem eu disputar rallys de terra, conseguimos vencer um trecho na categoria e sempre ficamos com os tempos muito próximos entre os ponteiros. Foi bom estar novamente com o Felipe, em um carro confiável e num rally tão exigente”, comentou Luccas Arnone.

“Atingimos vários objetivos. Mostramos que ainda somos competitivos, testamos em alto nível as evoluções na preparação do carro e apesar das quebras que sofremos, foi uma prova muito prazerosa pra gente. Quero mais uma vez agradecer a oportunidade desta corrida para o piloto Luiz Facco e toda a Equipe Acelera Siriema”, destacou o navegador Felipe Costa.

Adiada para a próxima etapa, a estreia da dupla Luiz Facco com o navegador Felipe Costa, a bordo do 207 XRC (4x4), será no Rally de Erechim, que também é válido pelo campeonato Sul-americano, entre os dias 18 e 21 de maio.

AGÊNCIA REFLEX

A Equipe ACRT contou com o patrocínio da Equipe Acelera Siriema, apoios da Cobreq - Tecnologia mundial no seu veículo, da Sparco - Líder Mundial em acessórios para amantes do Automobilismo, do Grupo Rotcel - Fabrica, vende e presta serviços na área de limpeza industrial e Ema - Silos e Secadores.

Patrocínio:

logo-siriema

Apoios:

logo-sparco

logo-cobreq Grupo Rotcel
 logo-ema

www.facebook.com/felipecosta.navegador

rodape

logo-contatos-bottom

Rua Izoel Ribeiro, 11, sala 4 | Serraria // São José-SC
Fone: (48) 3066-7784 //

CONECTE CONOSCO: